Vermes em pets: saiba os cuidados

Vermes em pets são muito comuns, mas isso não deve diminuir a atenção dos tutores. Sem o devido cuidado, as verminoses podem afetar severamente a saúde dos animais e, em alguns casos, dos seres humanos.

 

Neste artigo, conheça os perigos oferecidos pelos vermes em pets e formas de preveni-los.

 

Quais as principais verminoses em pets?

Os pets podem ser afetados por diversos parasitas, mas os vermes em pets mais comuns são:

 

Ancilostomas

Este parasita afeta tanto cães (Ancylostoma caninum) quanto gatos (Ancylostoma tubaeforme). Ele pode infectar o animal através de alimentos, água contaminada e, no caso de filhotes, por meio do leite materno. O parasita se hospeda no intestino do animal e se alimenta da mucosa, o que causa sangramentos e anemia.

 

O Ancylostoma caninum pode infectar seres humanos por via cutânea e causar a parasitose conhecida como “bicho-geográfico”. Essencialmente, as larvas do parasita abrem caminhos para percorrer o corpo humano. Assim, elas geram uma coceira exagerada e deixam marcas que parecem mapas, o que originou o nome da parasitose.

 

Dipylidium caninum

Quando cachorros ou gatos ingerem pulgas, eles podem ser infectados pelo verme Dipylidium caninum. As larvas desse parasita costumam ficar presos na região anal do animal ou são expelidos nas fezes. Entre os sintomas de infecção, podemos citar:

 

  • Diarreia leve;
  • Alterações no apetite;
  • Dores abdominais;
  • Mal-estar.

 

O ser humano também pode ser afetado pelo Dipylidium caninum. Os sinais clínicos são basicamente os mesmos que os apresentados pelos pets.

Toxocara canis

O Toxonara canis afeta cães e seres humanos. A infecção é realizada através da ingestão dos ovos do verme, que vão para o intestino e se transformam em larvas. A partir daí, por meio dos vasos linfáticos e sanguíneos, elas podem migrar para os brônquios e tranqueia.

 

No homem, se as larvas do Toxonara atingirem os olhos, é possível a causa da uveíte, uma inflamação intraocular muito semelhante à conjuntivite. Sem o tratamento rápido e adequado, ela pode levar à cegueira. Como principais sintomas dessa verminose, temos:

 

  • Cansaço excessivo;
  • Perda de peso;
  • Aumento do volume abdominal;
  • Anemia

 

Como detectar vermes em pets?

Primeiramente, fique atento aos sintomas gastrointestinais, pois, a maioria dos parasitas se alojam nos órgãos do sistema digestivo (esôfago, estômago, intestino delgado, intestino grosso, cólon, reto e ânus). São eles:

 

  • Diarreia;
  • Vômito;
  • Aumento do volume abdominal;
  • Anemia;
  • Dores abdominais;
  • Perda de peso;
  • Sangramentos

 

Depois, fique de olho nas mudanças de comportamento como:

  • Cansaço excessivo;
  • Apatia;
  • Mal-estar.

 

Se o seu animal apresentar esses sintomas, você deve desconfiar de ele que está infectado. Recomenda-se que você passe seu pet por um check-up no verão e no inverno para detectar vermes em pets. Na primeira estação, o animal tem muito contato com ambientes externos e outros animais, condições que o deixam vulneráveis aos vermes. No período frio do ano, o pet passa mais tempo dentro de casa, o que pode colocar em risco você e sua família.

 

Prevenção de vermes em pets

A melhor estratégia contra vermes em pets é a prevenção, ou seja, a vermifugação. A administração de vermífugo pode ser realizada desde quando o animal ainda é um filhote e é diferenciada entre cães e gatos.

Vermífugo para Cães

O vermífugo para cães pode ser administrado em duas ou quatro doses, sendo a primeira fornecida ao animal entre os primeiros 15 e 30 dias de vida. A partir deste momento, serão administradas mais três doses com intervalos de 15 dias entre elas.

 

Vermífugos para Gatos

A administração do vermífugo para gatos é iniciada a partir dos 30 dias de vida, mas segue o mesmo padrão de intervalos da vermifugação canina.

 

Antes de escolher o melhor produto veterinário e aplicá-lo, entre em contato com um médico veterinário para que ele indique a dosagem e qual a opção ideal para tratar vermes em pets. Esse é um passo muito importante para que a saúde e o bem-estar do seu animalzinho sejam garantidos.

 

fonte: material fornecido WSI

Sem comentários